Mais tarde.

10:36

Alguma coisa a gente tem que amar.

[Rodrigo Amarante, em: Condicional]



Imagem por: Erika Kuhn.




Me perdi

entre

as

estrelas.




O avesso, que explica:

Pode ser até do corpo se entregar mais tarde
parece simples, mas a gente às vezes é
e o amor é lindo deixo
tudo que quiser eu não me queixo em ser
acho normal ver o mundo feito faz o mar num grão de areia

É de se entregar a sorte, todo mundo vai saber em ver
que o vai e vem pode ser eterno
pra ver quem manda
acho que não vai dar, tô cansado demais
vou ver a vida a pé
acho normal tá no mundo feito faz o mar num grão de areia.

[Marcelo Camelo, em: Mais tarde].

_____________


Fui ver a vida. Quando souber descer das palavras, volto para contar. Mais tarde.
Parece simples, mas a gente às vezes é
.

You Might Also Like

70 comentários

  1. camelo sempre nos entende, não? maldito!!!!

    eu não me perdi entre as estrelas, me perdi indo pra lá

    ResponderExcluir
  2. coisa de encantamento!

    outro beijo

    ResponderExcluir
  3. Aah, que paixão! rs
    Esse é o poder das músicas dele: Encantam, é difícil voltar.

    Amo, mas prefiro os quatro juntos. rs

    Beijos, Jaya.

    ResponderExcluir
  4. Alguma coisa a gente tem que amar, mas o quê eu não sei.

    Me pergunto até hoje por que bandas como essa acabam.

    E lindo é tu, viu?
    Coisa mais meiga.
    Ótima semana pra ti.

    ResponderExcluir
  5. bem ali em cima,
    no alto das estrelas...


    Lindo! Grande Abraço! moça!

    ResponderExcluir
  6. Tá artista hein Jaya (:

    gostei do que vi, li,senti.
    [parece que as coisas tão melhores]

    Flores

    ResponderExcluir
  7. quero as estrelas e o chão, só não quero estar entre elas...

    bjo Jaya!

    ResponderExcluir
  8. O que voa não são as asas, é o coração, avontade, o desejo!

    ResponderExcluir
  9. Às vezes somos...Às vezes não,
    em outras me escondo, mas sempre venho.

    E por isso venho
    Estou aqui.
    Procuro palavras,
    coisas e fatos,
    que nos meus relatos
    te façam sonhar.

    Que não o deixem
    esquecer a doce magia
    que nasceu um dia,
    num simples teclar.(olhar, tocar,amar..)
    (sei que não gosta de rimas)

    Mas não sou poetisa..um dia eu chego lá, perdida nas estrelas.

    Jaya, a tua magia comove o mundo. Sabia?

    Beijos meus ☺

    ResponderExcluir
  10. ainda não encontrei as estrelas, mas já me perdi tentando encontrá-las.
    Camelo é um malandro que entende da alma...

    Já deixou algumas brilhando aqui, em mim. Vai, Jaya. Viver é tão fácil, pra quê complicar?

    Um beijo, de quem sempre vê as estrelas que caem das suas palavras.

    ResponderExcluir
  11. Às vezes, é essencial se perder um pouco, para poder se achar depois... seja na vida ou nas estrelas.

    No caminho, a gente vê, aprende e depois volta para contar.

    E quando tu voltar, estarei te esperando.

    Beijos, Jayaaammm!

    ResponderExcluir
  12. Que bom que você conseguiu chegar até as estrelas e só se perdeu quando já estava lá!!


    Tudo aqui me encanta!


    Beeijos!

    ResponderExcluir
  13. Jaya (lembra de mim?) - quanto o post (como sempre lírica e compondo algo belo). Abraço.

    ResponderExcluir
  14. E tem coisa melhor do que ver a vida?

    Beijo e mais beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi flor!!

    Você não imagina o quanto eu fiquei feliz quando você me abraçou.
    Foi de verdade e me fez um bem danado!
    Muito obrigada. :)

    Amo essa música do Camelo.
    Aliás, amo tudo nele e nos LH.
    Pra mim nunca vai acabar, sabe?
    Adoro cantar essa música bem alto no chuveiro. Me alivia um tanto!

    beijos...

    ResponderExcluir
  16. faz melhor, vai viver
    que se formos falar de merecimento eu fico dias a te brindar

    em segredo, digo que te espero

    :*

    ResponderExcluir
  17. Jaya querida!
    Vai ver a vida, pois a vida já te viu.

    Adoro vc, viu?
    Beijoooos!

    ResponderExcluir
  18. não encontro, não. porque nunca perdi.

    ResponderExcluir
  19. Vai, meu amor, e me traz palavras ainda mais bonitas, faz-me inveja. Mas não demora, é o que te peço...
    Beijos, doce!

    ResponderExcluir
  20. "Alguma coisa a gente tem que amar".

    Doce.


    Beijos girassol!

    ResponderExcluir
  21. Querida Jaya,

    Estava com um virus "daqueles" se instalou no meu computador e se espalhou pelo meu notebook e do Vicente.

    Mas agora problema resolvido!

    Beijos,
    .Luana.

    ResponderExcluir
  22. Isso significa uma breve ausencia?
    Um breve vazio em meus dias sem te ler, sua linda? *-*
    Ok, eu te espero cheia de histórias pra contar dessa vida que te leva. :)

    Beijos, jaaaaya

    ResponderExcluir
  23. Gosto de viver a vida, e busco as palavras dela, se ela deixar

    ResponderExcluir
  24. Se nem o que dizer, moça!
    "... mas a gente às vezes é."

    Me leva com você, leva?
    Suspirei!

    ResponderExcluir
  25. Que vá e que volte com coisas mil para contar.
    Beijos
    ¥

    ResponderExcluir
  26. Penso que sou a única que não enxerga a simplicidade das coisas. Ficou complexo. É.


    Colha mil estrelas, Jaya.
    E volte para nos mostrar.

    ResponderExcluir
  27. Apenas uma palavra: ESPETACULAR!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  28. As estrelas, pra mim, tem um cheiro doce e um sorriso encantador. Foi lá que eu me perdi, enquanto dançava com ele..

    _
    O tempo só durou uma semana. Mas pareceram meses. Agora, voltei :)
    Beijão, Jaya :*

    ResponderExcluir
  29. 'mas o que? não sei mais.'

    saiba voltar, porque estarei aqui de braços abertos e ansiedade a mil, esperando um texto lindo seu.

    não tá na hora de me abandonar jaya, e nem nunca será essa hora.
    eu sei que às vezes eles (camelo, chico, clarice, c. fernando), falam melhor por nós do que nós mesmas, mas seus textos são tão abençoados que pra mim, é como se você tivesse ali na listinha de cima, do lado de todos esses.

    é simples, bem mais do que a gente pensa.

    e eu com essa mania de complexidade, de "prolixidade", de querer explicar tudo, que nem tem explicação.
    e eu também senti, essa é a vez de se entregar a sorte.

    beijão querida,
    não fique ausente por muito tempo. te espero aqui.

    ResponderExcluir
  30. Los Hermanos sempre te inspirando, né, Jaya?
    Tá certa!
    Bjoooooooo!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  31. afh, eu sempre me perco me achando por aqui... Encantada que sou das tuas letras, e das que você toma de assalto e nos oferece qual presente do céu! Letras feito estrelas!!

    ResponderExcluir
  32. O mar, um grão de areia, se entregar.. Tudo tão simples. É.

    ResponderExcluir
  33. Teu texto me lembrou um dialogo que tive com um amigo,eu lhe disse que se eu pudesse fugir do mundo ou sei lá,iria levar apaenas o Camelo,ele é trilha sonora pra toda uma vida.

    ResponderExcluir
  34. oww. não gosto do som desses caras. só do "los hermanos" mesmo.

    mas as letras.. ah, as letras me calam.

    ~

    também ando pobre literariamente.
    mas nós esperamos a sua volta, sempre esperamos.

    ResponderExcluir
  35. As estrelas são minha perdição, entrego-me a elas, sempre.

    ver a vida a pé, claro!
    vamos levar a vida devagar,
    pra não nos faltar o amor.

    Lindo post, linda imagem,
    você também sabe casar essas
    coisas boas.

    Bj's

    ResponderExcluir
  36. Saudades de vocÊ, amiga querida.
    Ando sumida, mas você tem meu e-mail...os dois, aliás.
    Muitas saudades mesmo. E tanto pra escrever...mas é tão doído que estou fugindo.
    E tomei consciência disso nesse exato instante, escrevendo aqui pra vocÊ.

    Beijos mil.

    ResponderExcluir
  37. a vida é meio grande. acho que você vai demorar por lá, olhando pra ela.
    é?

    ResponderExcluir
  38. Gostei da figura e da elegância das pernas ... livros levam aos céus e às estrelas ... por isso gosto de livros ...

    ResponderExcluir
  39. Concordo com a Cá. É ruim ficar sem te ler, moça!

    Beijos,
    .Lu.

    ResponderExcluir
  40. é ruim o seu sumiço, mas eu gosto de sentir essa dorzinha de saudade...

    ResponderExcluir
  41. Faço as palavras de Felipe as minhas: Amo, mas prefiro os quatro juntos.
    Pq 'alguma coisa a gente tem que amar'.

    bjos querida!

    ResponderExcluir
  42. amar algo, grande segredo seria??

    ResponderExcluir
  43. Se você não voltar logo, vou dar queixa na polícia.
    E espalhar cartazes pelos poste da região.

    "Procura-se Jaya - Dona de palavras doces e encantadoras"

    hihi
    beijos :*

    ResponderExcluir
  44. Menina,

    eu não vou nem ousar colocar palavras... vai que atrapalho o seu caminho de volta... além do mais, as histórias que terá para contar depois, serão melhores do que quaisquer outras coisas bonitas por aí...

    um beijo,
    da miss.


    (quando voltar das estrelas, passe lá em casa... um beijo)

    ResponderExcluir
  45. AAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH, sua ingrataaaaa! Volta pra mim, tô ainda mais amarga sem ti!
    =(

    ResponderExcluir
  46. Jaya,

    não precisa pedir desculpas, imaginei que vc não respondeu porque estava realmente ocupada!

    sabia que o seu comentário ia ser o mais lindo, como sempre.
    e foi o mais esperado!!
    muitas saudades!
    beijo!

    ResponderExcluir
  47. Que lindo adorei seu canto!
    Vou dizer q nem o MArcelo me perdi indo pra lá..

    Beijos!

    ResponderExcluir
  48. Jaya, tu tem que parar de ser essa coisa tão linda!

    Tão, mais tão linda assim!

    Volta com uma estrela pra mim?
    Só se possível for.

    Beijos Flor.

    ResponderExcluir
  49. aguardando você descer das estrelas...

    ResponderExcluir
  50. Você escreve de um jeitinho tão perfeito. Eu amo tudo por aqui. Ainda vou conseguir ler todas as postagens *-*

    ResponderExcluir
  51. Vai lá no blog. C tá ferrada! kkkkkkkkkkk

    Beeeeijo, florzinha!

    AMO!

    ResponderExcluir
  52. Como você já disse pra mim: Vim ver mais poesia, então reli a mesma.

    Volta logo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  53. Menina, vc tá demorando muito pra voltar.
    Faz falta, viu?

    Beijos,
    .Luana.

    ResponderExcluir
  54. Amei o teu blog... voltarei muitas vezes aqui...
    e o marcelo camelo é simplesmente genial... amo demais ...

    beijosss

    ResponderExcluir
  55. cadê?
    porque se for de ajuda que você precisa eu to aqui. aliás, eu to aqui pra qualquer coisa. não precisa ser ajuda.

    aparece, por favor.

    hoje vindo pro trabalho de carro pensei: caramba, faz mto tempo que não vejo o blog da jaya, hoje é daqueles dias que vou entrar e vou ficar tão feliz por ler mil textos juntos.

    eis que chego aqui e nada! não faz isso...

    beijos querida

    ResponderExcluir
  56. Ai, menina...aparece...

    uma dor essa sua falta...

    ResponderExcluir
  57. Querida!
    Eu quero ver a vida de bicicleta!
    Me acompanha?


    Obs.: Já te disse que quase todos os dias me lembro de você?
    é que perto daminha faculdade, tem uma rua chamada "Conde de Irajá", aí eu lembro do sorvete de Cajá e só você (que eu conheço) gosta de sorvete de Cajá.
    é engraçado, não é?


    Um beijo!

    ResponderExcluir
  58. Falei com a Clara ontem e perguntei de você. Ela me disse "fica calma q qd Jaya voltar vai ser com um daqueles textos que nos deixam sem folego por semanas..."

    Espero q vc lembre de mim...
    Tua poesia faz falta =)
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  59. Tua ausência causa tantos amargos.
    Volte logo com tua doçura e jeito especial de escrever!
    Te adoro Jaya!
    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  60. Acho que ainda não sabe descer das palavras, né?

    Faz falta.

    ResponderExcluir
  61. Ei, precisando dos seus textos!
    :D

    Tá fazendo muita falta...
    ^^

    ResponderExcluir