Vinte e três.

00:00

É isso a vida? Então, de novo ela!

[
Fritz, o barbudo].

Continuo a mesma. Continuo no mesmo endereço de um ano atrás. Continuo com a mesma árvore de folhas sempre verdes na calçada. O mesmo muro de pedras que resolvem brilhar à noite refletindo a luz da lua. Continuo na mesma casa de tons pastéis. Continuo com a mesma janela que dorme aberta e os mesmos incensos acesos em noites onde são necessários. Continuo com o mesmo nome, o mesmo sobrenome, RG, CPF, só transferi o título. Continuo com o mesmo celular. Continuo com o mesmo jeito direto que assusta algumas pessoas. Continuo a mesma boba que sorri de nada. Que faz bico quando chora. Continuo com o mesmo jeito tímido. Continuo com a mesma cautela. Continuo com um exagero abusado e um drama para achar graça. Continuo falando bobagens. Continuo acreditando nos amores. Continuo quebrando a cara. Continuo brincando de ser feliz. Continuo eternizando letras. Continuo a ver São Jorge na lua cheia. Continuo com minhas insônias. Continuo com minhas defesas, medos, desesperos. Continuo vivendo muito para dentro. Continuo sem paciência para o social. Continuo com umas ondas de velhinha. Vez ou outra dou uma de João Gilberto. Continuo crítica, principalmente comigo mesma. Continuo azeda, mas muito doce quando doce. Continuo do contra e adoro discordar para pirraçar. Continuo tomando dramin para viajar e viro a pessoa mais imbecil do mundo sob o efeito dessa droga. Continuo a fazer aquela vozinha cuticuti quando converso (?) com bebês. Continuo séria. Continuo sorriso. Continuo a tomar o microfone só para mim quando tem um videokê por perto. Continuo com o joelho esquerdo me perturbando. Continuo a fazer telefonemas de carinho ali no quintal, olhando para o céu. Continuo viciada em pão de queijo e a achar Friends o melhor seriado. Continuo a reclamar do calor. E se faz frio, reclamo do frio. Continuo a preferir o inverno. Continuo fã de sorvetes. Continuo a soprar cílios. Continuo a me apaixonar todos os dias. Continuo a sofrer para pisar no chão e deixar a fantasia de lado. Continuo descaradamente pisciana. Continuo com umas coragens insanas. Continuo a irmã mais velha de Éden, Daniel, Sofia, Clara, Pedro, Rebeca e Amanda. Continuo a perder a conta quando me perguntam quantos irmãos tenho. Continuo sendo várias, depende de quem me chama. Continuo a soletrar meu nome em todo canto. Continuo a saber que é meu nome que será chamado quando aparece uma trava na boca das pessoas que leem o papel. Continuo louca por abraços. Continuam a cantar a música de Chico César para mim, quando me conhecem. Continuo a sorrir dizendo que não tem nada a ver. Continuo a fingir que não tenho medo de avião. Continuo a fazer poesia dentro do ônibus. Continuo a me preocupar com as revoltas naturais do mundo. Continuo filiada ao Greenpeace e também à WWF, por não encontrar maneiras mais ativas de ser solidária nesse ponto. E continuo não gostando de animais. Continuo travada nos euteamos. Continuo com o mesmo perfume. Continuo na academia. Continuo a trocar baladas por cinema. Continuo a ter nojinho de piscina. Continuo a enxergar em Minas Gerais um lugar que é abraço. Continuo louca pela minha Bahia. Continuo a cobrir meu corpo inteiro quando durmo à noite após um filme de terror. Continuo a achar mesmo que o cobertor me protege, nessas situações. Continuo obviamente besta. E chata. Continuo observadora demais. Continuo calada quando muita gente fala ao mesmo tempo. Continuo a criar histórias para pessoas desconhecidas enquanto sento num banco qualquer pelas praças. Continuo essencialmente MPB e bossa. Continuo sempre com um trident de canela na bolsa. Continuo a demorar para responder e-mails. Continuo a escrever cartas. Continuo a achar estranho unhas dos pés pintadas de vermelho. Continuo a tomar banho de chinelo. Continuo a escovar os dentes com a mão esquerda na cintura. Continuo com a letra pequenininha. Continuo a procurar erros de português em todos os cantos. Continuo a me sentir nua sem brincos. Continuo sarcástica. Continuo ótima ouvinte. Continuo sensível demais. Continuo insensível demais. Continuo a dizer que De onde vem a Calma é a fotografia do meu lado de dentro. Continuo achando quarta-feira o melhor dia da semana. Continuo acumulando leituras indicadas. Continuo a achar que chuva forte é aplauso. Continuo com inveja das pessoas que gostam de café e amendoim. Continuo a me encantar com ternurinhas. Continuo a ter gastura de pessoas cantando inglês errado. Continuo a ganhar o dia quando me dizem que andei engordando. Continuo a ter medo de panela de pressão. Continuo sem beber refrigerantes, sem orkut, formspring, twitter, facebook. Continuo sem cachos. Continuo a não usar batom. Continuo a achar Para uma menina com uma Flor um dos textos mais lindos do mundo. Continuo preferindo a calça jeans. Continuo a ver duplo sentido em quase tudo. Continuo a achar melancia uma fruta alegre, porque cada talhada é um sorriso. Continuo achando que preciso usar óculos. Continuo com preconceito musical. Continuo com preguiça de gente. Continuo com saudades imensas de Roraima, daquele monte de verde e dos amores que lá permanecem. Continuo a babar horrores com a bala 7 belo. Continuo a sorrir quando vejo uma câmera fotográfica. Continuo a não saber dar parabéns além do básico: parabéns! Continuo a gostar de acarajé quando o dia tá indo embora. Continuo preferindo coxinha a brigadeiro. Continuo a sentar na grama. Continuo a me tranquilizar quando a chuva cai lá fora. Continuo na minha sozinhez. Continuo a brigar com minha escolha profissional. Continuo a pedi-la em casamento todos os dias. Continuo a achar que catchup, purê de batatas e diamante negro são invenções dignas. Continuo a ficar com a cara amarela quando chupo manga. Continuo a tchutchar o pão no prato de sopa. Continuo a achar que pra caralho é uma expressão que intensifica as coisas pra caralho. Continuo pagã. Continuo a ter que me cobrir da cintura até os joelhos, mesmo que o calor seja imenso, ou então não durmo. Continuo a não ser mulherzinha. Continuo a não ter amigas mulherzinhas. Continuo com as pernas inquietas que dançam debaixo da mesa. Continuo a ter crises de enxaqueca durante implosões. Continuo a tirar o esmalte com os dentes deixando o chão cheio de pontinhos vermelhos, quando ansiosa. Continuo solta. Continuo amante de praias. Continuo a usar close-up verde. Continuo a ficar tonta na rede. Continuo monstra quando acordo e mais ainda quando sinto dor. Continuo achando a acústica do banheiro algo sensacional. Continuo a contar meus mais amigos nos dedos da mão direita. Continuo com doses de melancolia. Continuo a voar para dentro das pessoas quando vejo pedacinhos meus por lá. Continuo a ver um lado escondido quando o espelho me enfrenta. Continuo a chorar de repente, do avesso, florindo. E depois, planto sorrisos. Continuo a me gastar de maneiras lindas. E a contabilizar meus pedaços assim, todo dia dezenove de março. Que eu escolhi para meu. Que me recebeu, com suas águas. Toda essa promessa de vida. E vários corações.

Continuo amor.

______________

Inspirado na sequência de Fabrício Carpinejar, em: No Mesmo Lugar.

Para deixar as coisas tão mais lindas,
teve amor despencando

You Might Also Like

50 comentários

  1. Exercício difícil esse? Ou facimfacim? Se descreveu de uma maneira tua, óbvio. De uma maneira linda, encantadora. Ou seria você a parte linda e encantadora?

    Que os 365 dias dos seus 23 anos sejam repletos de muito amor, Nêga. De muito isso tudo que você pintou aqui hoje. Porque quando olho pras tuas letras e para o que elas me contam, vejo uma vida linda. Vivida. Viva. E é tão gostoso de participar dela. Do jeito que der. Do jeito que for. Mas sempre juntas.

    E que o ano seja amor.

    Parabéns pelo seu dia, Nêga! E viva você!

    \o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/

    Amotudemaispravidainteiraamém! =)

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Tá. Era pra ser surpresa mas eu não aguento. Vemcá.

    Loveu.

    ResponderExcluir
  3. http://www.aclarameninaclara.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Parabéns Parabéns!!! E eu nem li o texto ainda, mas queria conseguir chegar primeiro aqui... diacho.

    Em breve, chega o comentário de fato para o texto. Esse aqui é só para te desejar na vida toda a beleza que você destila por aqui.

    Para desejar em seus dias todos os sorrisos e sentimentos maravilhosos que, um após o outro, seus textos insuflam em cada afortunado que os lê.

    Aproveite essa sexta, que é sua, toda sua, para sorrir, abraçar, beijar e fazer todos os improérios que a rédea dos outros 364 dias do ano não permitem! =D

    Parabéns mais uma vez!!! Feliz XXIII!!!

    Beijaya!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu não acredito que você tem medo de filme de terror!!!
    Continua boba mesmo.


    Feliz aniversário, pessoa que aparece nos momentos exatos.
    Quero te escrever uma carta, mas quero que ela seja direita.

    Um beijo no coração e cuidado,
    tem um fantasma atras de você!

    ResponderExcluir
  6. Entrando um pouquinho mais nos meandros jayísticos... rsrsrs

    Que coisa mais gostosa!!! De uma... como posso dizer... [sensação gostosa que surge quando a gente se depara com um potão de creme de leite só para a gente na geladeira - Não sei o nome disso, mas é mais ou menos isso! =D].

    Medo de filme de terror está ganhando na lista de coisas que me fizeram sorrir da sua imensa humanidade. Além da citação nitzscheana (lembra aquela história de "Devolva o Nietzsche que você me tomou... e nunca leu"? Então... rsrsrs). Mais um que me envolve e consegue me tirar sorrisos como nenhum "letrado cheio de elucubrações e outras citações presentes no 'Poética' do Bandeira" (acho que, de fato, esse poema representa muito o que o Líricas é) consegue.

    Não sei, se eu ficar mais tempo, vou ficar babando mais ovo... Só tenho a dizer que continuo fazendo propaganda boca-a-boca do Líricas, porque eu não me conformo de alguém não o conhecer e não desfrutar do que eu desfruto!!!

    Parabéns, dessa vez pelo texto super gostoso (mais uma vez, tá virando patológico) e envolvente.

    Aliás, gostoso e envolvente pra caralho!!!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns, parabéns, parabéns e MUITAS felicidades! E que continue nos encantando com esse jeito tão único de escrever a vida!

    Algumas observações:

    - Mas Friends é a melhor série de todos o tempos! :)

    - Você realmente tem muitos irmãos! Meu sonho de consumo, sabia? haha

    - E tem gente que consegue dormir totalmente pelado e descoberto, né? Eu sou capaz de ligar o ventilador só pra poder dormir coberta até a cabeça! hahaha

    Um beijo, querida!

    ResponderExcluir
  8. 1 de janeiro... do recomeçar
    8 de março... de ser quem é
    10 de julho... da pizza
    10 de julho... da galhofa
    12 de junho... do romantismo

    As datas são todas em você!

    ResponderExcluir
  9. Em cada "continuo", me achei de alguma forma. Em quase todos os desejos, em quase todos os sentimentos. Você se faz presente em mim sendo você e isso me basta.
    É adorável ler-te.
    Sempre que eu tiver um tempinho, virei aqui só para apreciar tamanho doce entre suas palavras.
    E não me esquecei de te mandar e-mails, rs. Eles serão a minha salvação para o mundo da internet, haha.

    Um beijo, minha querida.

    ResponderExcluir
  10. "(...) Continuo a voar pra dentro das pessoas quando vejo pedacinhos meus por lá."

    Eu também. E vi muitos em você.

    Feliz aniversário, Jaya!!

    Você é especial.

    Beijos e carinhos.
    =)

    ResponderExcluir
  11. Jaya linda, que seu dia seja tão iluminado quanto você. Que os sorrisos se espalhem pelos próximos 364 dias, quando, então, eu estarei por aqui te desejando tudo (de) novo.
    Um beijo enorme para você!

    ResponderExcluir
  12. Você é tão linda, mas tão linda, e tem esse jeito tão lindo de ser amor que minha vontade é te dar um abraço do tamanho da vida, mesmo sem te conhecer de verdade.

    Parabéns! =)

    ResponderExcluir
  13. Flooooor, parabéns.
    Infinitas felicidades pra ti, você merece e muito.
    Também não sei dar parabéns além do básico.
    Então saiba que eu só te desejo coisas boas, de coração.

    Um beijo grande, linda!

    ResponderExcluir
  14. ..rs

    E tu continua com uma essencia linda, Jaya Maria..rs Eu poderia desejar muitas coisas de clichês em frases feitas de aniversário. Mas... só digo: CONTINUE ASSIM, SEMPRE..rs

    Ah! Tchutchar pão é libertador. E realmente pure de batata, que é isso brow? hahahaha Bom pra caralhooo!

    Obrigado, pela felicidade de ver meu blog aberto..rs tb senti falta dos queridos por perto..rs E sobre o notebook, mando entregar aonde? kkkkkkkkkkkkkkk

    beijão Jaya!
    Senti saudades das nossas bagunças..rs

    ResponderExcluir
  15. Caí aqui sem querer... E fui surpreendida por letras tão lindas!
    Irei visitar mais vezes...

    Um abraço!
    Marina Cruz
    http://falarteando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. olha, vou te contar, a gente se parece, mas daí a usar o mesmo close up verde, nossasenhoradacoincidência!!! hehe
    Jaya, flor, tu merece tanta coisa nesse mundão, tanto mais amor pra ti!

    Beijoo

    ResponderExcluir
  17. Bom, eu mandei e-mail... porque eu sou private... lixa. Eu não sabia sobre a menina com uma flor. Pois agora, temos MAIS em comum ainda.
    Muvc.

    Mila

    ResponderExcluir
  18. Caramba Jaya, texto bom pra caralho!


    Tu continua tudo de bom, isso sim. E me enxerguei parecida com várias coisas que tu citou... lindo de morrer!

    Pão na sopa, diamante negro e outras tantas coisas... fiquei admirada.

    E outra, tenho que admitir, não sei dar parabéns além do óbvio. Então, Parabéns!!! kkkkk

    Beijo grande, moça que é amor, brilha e é doce.

    ResponderExcluir
  19. A verdade que mesmo não sabendo que hoje é teu aniversário, sorri ao olhar pro céu azul. Sorri de um jeito diferente. Belo dia! Bela sexta-feira!
    E agora entendo, é o aniversário de uma moça doce. Que sempre transborda palavras bonitas em seu blog.
    Li cada linha de teu texto com lágrimas nos olhos.
    Saiba que eu te adoro! E quero seja feliz! Muitos sorrisos, sorvete, saúde sempre e paz!
    E que você nunca perca esse teu brilho!

    Parabéns!

    Beijos e um abraço apertado pra ti, Jaya girassol!


    E muito obrigada por teu comentário tão carinhoso.

    ResponderExcluir
  20. Jaya, moça-rara

    ocê nem sabe o tamanho do meu sorriso ao ver seu recado ... é que te aprecio demais, sabe... há tempos te acompanho em segredo!É que depois de te ler, as palavras me faltam e nunca deixo recado, só me resta mesmo é sair por aí esbanjando sorrisos. Você supura as feridas, Dona Moça bonita, fazendo meus pés terem fome de céu! Te gosto, te gosto muito!

    E acredito, sim, é ENCONTRO!

    beijokas minhas**

    ResponderExcluir
  21. Já passou da meia-noite, mas acho que ainda é válido te desejar parabéns ;D Também não sei desejar muito mais além disso. E continue sendo você, sempre. Continue com suas inspirações e mais isso tudo aqui.
    Um beijo e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  22. Moça,

    Conhece a oração da serenidade??

    Faça e depois ve o resultado.

    Beijos

    Oração,

    Concedei-me senhor,
    A serenidade para aceitar as coisas que não posso modificar

    Coragem para modificar aquelas que podemos e

    Sabedoria para distinguir umas das outtras.

    E siga em frente
    Voce é Capaz

    ResponderExcluir
  23. Feliz Aniversário...
    Que nesse novo ciclo, só more felicidade e amor em vc. (: É tudo o que eu desejo, do resto nós damos um jeito.

    "Continuo a sofrer por amor." Continuo... E sofro, sofro... Nem sei o por quê, sofro nao sofrendo.

    Um beijao :*

    ResponderExcluir
  24. eu vi o texto que o thiago tripé fez pra você. achei lindo. fiquei com inveja, inveja boa, mas inveja. porque o meu tá chegando e não vai ter quem me dê um presente honesto assim.

    -

    parabéns florestrela(:

    ResponderExcluir
  25. "Andando" por aí, encontrei seu blog. Que encanto são suas palavras. Textos tão gostosos de ser ler.
    Grande Beijo!

    ResponderExcluir
  26. que você continue, minha querida. sempre...

    saúde, amor e fé!
    beijo.

    ResponderExcluir
  27. Ô Jaya!
    Que leitura doce, essa.
    Assim como você, não é, bonita? :)

    Te deixo um abraço apertado, de presente (atrasadin) de parabéns!

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  28. eu estou em endereço novo desde abril de dois1000enove. não durmo com a janela aberta. mas meu cpf, rg e titulo são os mesmo, mas o titulo foi roubado no 1º turno da reeleiçãodo lula. nunca tirei segunda via. mas adoro incensos. também sorrio de nada e sou a rainha do drama (segundo meus amigos). ainda acredito em amores (daqueles pintados a guache). eu amo a bahia sem nunca ter ido pra lá, mas quero morar na bahia, ela "tá" na minha alma (não sei explicar de jeito nenhum). adoro unhas dos pés vermelhas. trident de tutti fruti. não respondo quase nenhum email. eu corrijo erros de português (alias minha matéria preferia, pra sempre). também tomo banho de chinelo (estranho pra mim é andar descalço). quarta feira é o pior dia da semana pra mim. gosto de café com leite, mas adoro amendoim. adoro brinco, mas me sinto nua sem perfume. eu gosto de guarana e coca cola, tenho orkut, flickr e to tentando fazer um twitter (mas não sei direito pra que ainda). não tenho cachos, mas tinha dreads looks até sexta passada, agora continuo sem cachos e tenho cabelo curtinho (igual de menino). nunca tinha reparado como melancia era alegre (você tem razão). uso óculos e sou preconceituosa musical também. adoro calça jeans e não faço o menor estilo menininha. mas tenho amigas menininhas! rs. sou preguiçosa e também não sei dar parabéns além de parabéns! eu sempre uso pra caralho pra expressar minhas intensas raivas ou alegrias. mas também gosto do "é foda!". eu adoro a acustica do banheiro e tomo banho ouvindo musica. eu sou uma constante mudança. mas sou sempre a mesma. com defeitos e qualidades que eu até gosto em mim. eu adoro o dia do meu aniversário.

    parabéns. atrasado.

    bêjo Nega.

    ResponderExcluir
  29. fazia tempo não te lia... vc é a pessoa mais besta que conheço... tão parecida comigo meio que pelo avesso.
    amando,
    ni

    ResponderExcluir
  30. Jaya,se eu te falar que te desejo todas as melhorees coisas dessa vida ,seria bem pouquinho sabe,desejo que a tua estrada vá sempre além do que se vê,e que esse cara estranho que habita em cada pessoa continue achando lugar em você,que voce continue deixando o verão pra mais tarde e continue querendo a sina de artista de cinema.

    Te desejo a sorte de tudo o que é bom,chuva na varanda,e mais do que mil amigos.

    Feliz aniversario flor=)

    ResponderExcluir
  31. Faz séculos que vim, e dói quando vejo o quanto perdi, mas abro um sorriso inteiro quando passo a clicar nas 'postagens mais antigas' e ver que você continua a mesma. Melhor: você decididamente fica melhor, cada vez mais. Como vinho, sabe? O tempo só te agrega.

    É tão gostoso ver semelhanças, mas ver diferenças também. "Eu ainda quero ver São Jorge na lua, tento, mas não consigo; Continuo a tomar dramim sempre;" E quero amor sempre. E com você por perto, isso é inevitável. Ainda bem.

    No seu aniversário, é nos que agradecemos, que ganhamos presentes: Você.

    Feliz aniversário TODOS os dias. Feliz tudo, flor!

    Baudades daqui, sem medida.

    Beijo do tamanho do mundo: Ele é TEU!

    Ps: Cadê o MSN, Dona Jaya?? Humpf! rsrs.

    ResponderExcluir
  32. Feliz dia da Jaya!
    Que vc tenha uma vida longa, bonita e repleta de luz, minha amiga!
    Adoro vc, flor...cada dia mais!
    Beijo, beijo!

    P.S. 1: E obrigada por nossas nossas conversas sempre cheias de carinho e reciprocidade. Obrigada por querer saber da minha vida, por dividir a sua comigo, me aconselhar e me fazer sorrir sempre. Posso de dizer mais uma vez que te adoro?

    P.S. 2: Ah, e ele (aquele amor) tá chegando, viu?

    ResponderExcluir
  33. E eu, que fiz a primeira grande mudança da minha vida pensava que estava frio por não sentir saudades, até ler esse texto, é claro!
    Saudades das várias idas ao cinema, dos conselhos, de fugir de algumas pessoas como se nós tivéssimos roubados algo, de Emanuelaneozeleno, de sentir vontade de fazer algo nas suas madrugadas de insônia e ligar pra um táxi, de não tomar refrigerante e pedir um suco de maracujá bem gelado, de viajar pra Bahia e ver a Jaya se transformar numa pessoa chata a partir do momento que entra no avião(até desembarcar), de corrigir meus erros de português, de melhorar as situações com os gestos mais simples, de ter algumas brigas e no outro dia estar tudo bem, de fazer planos, de me deixar dormir no teu quarto quando eu ficava com medo, das horas que você queria fugir pra o mundo e eu sempre me incluia nos planos,de você pedir pra eu ler seu blog e eu responder " tá legal". Porque Jaya sem Éden não existe, porque você foi e levou um pedaçinho de mim, porque mesmo mais perto ainda continuamos longe, porque essa saudade é difícil de matar. Parabéns por tudo. TEAMODEMAISDACONTA

    =*

    ResponderExcluir
  34. Sempre que leio aqui, fico com os olhos brilhando! *.*


    Consegui te imaginar inteira, e posso dizer que agora te conheço mais doq conheço mts pessoas com as quais convivo.

    ResponderExcluir
  35. Genial, Jaya!

    Estou impossibilitado de comentar no computador de casa. Estou na casa "dos outros" para comentar. haha

    Muito lindo, um carinho na alma.

    Te admiro, mulher!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  36. Tô emocionada... e pensar que por causa do bendito mestrado eu não li isso no dia certo... mas tudo bem, não precisa de dia certo pra sentir o amor, não é?

    E eu li o amor despencado nos blogs das tuas amigas, que já suspeitei que vou ler muito mais por lá...

    Mas o que mais gostei, vc já adivinha, né? É vc dizer que vai trazer pra Ilhéus! ;)

    Beijo, flor... e que vc continue a ser esta poesia derramada na vida!

    ResponderExcluir
  37. Jayazinha, preciso saber se chegou a ler meu recadinho na sua última postagem, antes de retirá-la. Será que sim? :)

    ResponderExcluir
  38. Voltei para reler, Jaya.

    Você se autopresenteou de maneira belíssima.

    Parabéns!

    E vim para cobrar textos novos também, como você faz no meu. hahaha

    Beijos.

    ResponderExcluir
  39. Parabéns querida!
    Felicidade e muita muita luz... que sua luz continue iluminando mais os cantinhos do mundo!
    " Que tudo que vc mais ama floresça"

    Te desejo o mais simples da vida, acho que é o melhor!

    Bjos menina linda!

    ResponderExcluir
  40. Aos vinte e três... vc continua ENCANTADORA!

    ResponderExcluir
  41. E como continua inspirada...!

    Saudade...

    ResponderExcluir
  42. Meus parabéns, "ligeiramente atrasados", Jaya! E continue assim mesmo: sendo amor e poesia!
    Bjoooo!!!

    ResponderExcluir
  43. Jaaaaaaaaaaya!

    To vivo.
    E os teclados da faculdade sao uma bosta.

    ;D

    ResponderExcluir
  44. Jaya, fico tão feliz em ouvir histórias como a de sua mãe, com um final feliz, cheia de filhos (lindos - hahaha)! Aliás, eu procuro por elas! Quando algo desse tipo acontece, não procuramos por estatísticas, por explicações médicas. O que nos conforta são situações semelhantes e que acabaram bem no final!

    Bem, vou começar o tratamento no próximo ciclo. Farei o uso de anticoncepcionais por 2 meses e depois veremos como tudo fica!

    Muito obrigada por suas palavras e pelo carinho deixado por lá! Foram muito importantes mesmo para mim!

    Um beijo bem grade!
    E muitos chocolates pra você! ;P

    ResponderExcluir
  45. Jaya

    Quanta coisa linda menina!
    E quanta coisa temos em comum hehehe :P
    Simplesmente divino esse texto!
    Neste final de semana é meu aniversário e vou coloca-lo no meu blog.
    Parabéns! pelo aniver, e pelo texto!
    Bjos

    ResponderExcluir
  46. Ah, que lindo... Encontrei seu blog! Uêba!
    Vim pelo quetiline ;)
    Adorei te encontrar... Gosto TANTO dos teus escritos
    Beijos =*

    ResponderExcluir
  47. Eu poderia externar tanto. Passei aqui em silêncio na época, como tenho passado nos últimos dias.

    Enfim. Não me alienei ao seu dia.
    Espero que você tenha recebido meu torpedo na época (se é que você tem o mesmo número que tenho aqui na lista)

    O fato é que não podia deixar de vir aqui. Mesmo após tanto tempo. Acho que todos os dias temos motivos de sobra para parabenizar as pessoas. Não apenas por serem especiais para a gente, mas por existir e mostrar peculiaridades únicas.

    Por nos tornarmos únicos para alguém, a vida nos dá esse alicerce capaz de nos amparar. Amigos ou família. Todos que nos amam. Não apenas por ser quem é, mas pelo que representa a cada um. A maneira como vive no coração da gente. É isso. Quem nos cativa vive nos nossos braços. A gente agradece.

    E você tem sido uma professora para mim Jaya. Além de uma amiga apenas. Mas um elo que me faz discernir determinadas superfícies, aparências e enxergar sobre névoas. Você é uma das que me levanta. Mesmo incosciente. É.

    Não só no seu dia. Mas todo dia Jaya. E toda noite, em toda oração. Meus desejos mais bonitos eu externo a ti, como uma forma humilde de te agradecer por ser tão boa e especial comigo.

    Você é incomparável.

    Feliz Jaya.

    Que isso seja um adjetivo recorrente na sua vida.

    Beijo doce.
    De quem te estima muito.
    Sempre.
    =**

    ResponderExcluir
  48. Nossa, simplesmente lindo. Em negrito e grande, as coisas mais importantes da MINHA vida. Sensibilidade sempre. MAIS AMOR, POR FAVOR!!!

    Muitooos beeijos Jaya!

    ResponderExcluir