Ser.

Prefiro inverno, mas gosto muito de praia. Prefiro cachorro. Prefiro ir andando. Prefiro cinema. Filme legendado. Prefiro mulheres, mas infelizmente tenho atração por homens. Prefiro boteco com mesa de plástico e cerveja trincando. Prefiro a Bahia. Prefiro ouvir. Prefiro feijoada. Prefiro chorar sozinha. Prefiro chinelos. Prefiro azul, mas vermelho me acende. Prefiro não fazer barraco. Prefiro Caetano. Prefiro ficar em casa. Prefiro a esquerda, então se você quiser, pode se retirar pela direita, tchau. Prefiro escrever, mas tenho aprendido a falar. Prefiro acarajé. Prefiro o fim tarde, o sol se pondo. Prefiro poucas pessoas. Prefiro quem inspira e me ajuda a respirar.

Prefiro quem chega devagarzinho. Prefiro sentar no chão. Prefiro escrever digitando no teclado. Prefiro conversar olhando pro céu. Prefiro assuntos de dentro. Prefiro tirar fotos sorrindo. Prefiro quem tem o riso frouxo. Prefiro a paisagem verde. Prefiro com farinha, oxe. Prefiro quem odeia Bolsonaro. Prefiro quem samba junto à minha empolgação. Prefiro quem sabe doer em silêncio tomando sorvete. Prefiro textos longos. Prefiro almoço de domingo na casa de vó. Prefiro letra, mas música é essencial. Prefiro amizades com ontens parecidos. Prefiro as exceções. Prefiro o hoje, mas ainda tenho dificuldade em vivê-lo. Prefiro o cheiro do incenso de arruda.

 

Prefiro cozinhar a lavar os pratos. Prefiro a lasanha de minha irmã. Prefiro ter esse monte de irmãos. Prefiro quebrar o pau a sentir indiferença. Prefiro meus cabelos cacheados. Prefiro que você, para mim, seja problema seu. Prefiro dançar sem coreografia. Prefiro quem abraça, muito, apertado e demorado. Prefiro ler antes de pegar no sono. Prefiro quem entende meu jeito de chegar. Prefiro quem ensina ao invés de apontar. Prefiro dormir tarde. Prefiro quem não tem frescura, mas prefiro quem entende as minhas frescuras. Prefiro suco de maracujá e pizza de pepperoni. Prefiro livro físico. Prefiro quando é de verdade. Prefiro quem me chama pra tirar um cochilo. Prefiro rezar olhando o mar. Prefiro quem explica quando discorda. Prefiro não sentir muito e sentir tudo. Prefiro quem beija com o corpo inteiro e sorri estalando os lábios nos meus.

 

Prefiro o coração das crianças menores de quatro anos ou maiores de setenta. Prefiro quem não deixa de se encantar. Prefiro quem ama como um adolescente aos dezesseis, acreditando na entrega e na eternidade do sentimento. Prefiro quem não joga e diz querovocêagora. Prefiro quem gosta da poesia que não rima. Prefiro não fazer sentido. Prefiro cantar de olhos fechados. Prefiro fazer o caminho que todo mundo não faz. Prefiro justificar com astrologia. Prefiro ioga. Prefiro quem conta todos os detalhes das histórias. Prefiro quem ri antes de contar a piada e contagia todo mundo apenas jogando alegria pra fora. Prefiro quem pergunta se tá tudo bem tirando as cortinas do questionamento. Prefiro quem não julga, mesmo quando eu julgo errado. Prefiro explodir a me despedaçar por dentro. Prefiro quem chega para trocar retalhos e (se) costurar junto. Prefiro dividir para somar.

 

Prefiro ficar feliz e acreditar que vai funcionar, igual Tiê canta. Prefiro seguir cheia de amanhã nos olhos. Prefiro amar. O amor. E prefiro ser. Eu. 

You May Also Like

9 comentários

  1. MARIA AQUI, não sei mais usar isso aqui.

    Só pra dizer que prefiro você desse jeitinho aí. Adoro ver coisas que são tuas e tão parecidas comigo. E coisas que não teria em mim nem em um milhão de anos. Hahahaha Há frases impactantes aí. Eu vou salvar tudo em meu caderninho RS

    Obrigada por mais esse, amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada tu, por sempre! Eu gosto é quando a gente se desnuda e se encontra. As diferenças são essenciais. Imagina que saco a gente concordando em tudo? Hahahaha.

      Excluir
  2. Prefiro um tantão de coisas ditas aí. Você sembre desnudando nossas almas, Jaya. Parabéns! Gosto muito do seu lirismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As semelhanças são ainda mais sentidas quando temos esse tempo de poesia para nos pesquisarmos. Saber que tem um pouquinho de você aqui em mim é uma honra.

      Obrigada!

      Excluir
  3. Jaya, minha menina tão mulher.
    É por ser tão assim que Te amo,Te curto,
    te abraço sem tirar nem um tantinho, amo assim completa.
    Sem mesmo as vezes pensarmos igual.

    O que me conquista ?
    O olhar que nada esconde
    A alma nua
    Os gestos descalços
    O amor nas mãos
    O simples, em sua plenitude
    O ser atrevido.

    Conheça a diferença entre instinto
    e hábito.Confie em seus instintos,
    questione seus hábitos.

    Te beijo

    ResponderExcluir
  4. Amo quando você escreve assim, sobre você, sobre suas preferências. E eu prefiro você desde 2010, bb. kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem, porque prefiro igual e se não fosse recíproco eu ficaria seriamente #chatiada. <3

      Excluir
  5. Jaya, você é imensa, suas palavras abração todo mundo. Todo o mundo.

    Obrigado por tanto.

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse texto assim que você postou. E prestei muita atenção num sentimento que brincou aqui dentro de mim: gostoso é perceber que eu já sabia várias dessas suas preferências, pela convivência. Eu achei isso bonito.

    Mas eu vim mesmo pra te dizer que:

    "Eu nunca pensei
    Que houvesse tanto
    Coração brilhando
    No peito do mundo louco

    GATA, VOCÊ É MUITO.

    MUITO!"

    ResponderExcluir