Definindo


Saudade é quando as fotografias falam com o coração e todas as lembranças bonitas resolvem conversar dentro da gente - um monte de ontem cabendo no hoje. É projetar um filme de tudo o que já foi bom, sem nem se importar com prêmios - a maior vitória foi ter vivido. Saudade é algo que só existe quando a história valeu a pena. Sorte é poder senti-la.

___________


Lindo é um adjetivo usado para caetanear as impressões. É quando os olhos ficam muito abertos e enfeitiçados diante de tudo o que a vida borda e a boca inevitavelmente explica sobre a poesia de ser. Lindo.

___________

Um sorriso é quando palavras muito bem ditas fazem cócegas no coração. Quando a seriedade fica antissocial. Quando a gargalhada cansa de fazer barulho. Ou, simplesmente, reflexo do meu rosto quando você me olha enxergando uma poesia que ainda nem acordou. Sorriso então acaba sendo quando você desperta meu movimento de amor mais bonito, e ele dança em meus lábios no mesmo ritmo dos teus.

___________

Amor é sentir, não fazer sentido.

___________

Depois é um lugar onde mora um monte de daquiapouco e amanhãeufaço. É um lugar que podemos não conhecer, porque sua construção é alicerçada na incerteza. Depois é onde moram algumas desculpas ansiosas para viver no Agora. Agora é um lugar que o Depois deveria alugar, para entender sobre acontecer. Agora é onde mora o mundo. Onde brincam as possibilidades. Hoje. Presente. É onde o amor habita e os caminhos são de vivenciar. Não queira deixar crescer nada no Depois quando tudo pode brilhar no Agora. Inclusive você.

___________


Família é quando todos os laços de amor maior dão um nó muito bonito, firmado por um dos distraídos "parasempres" que o mundo entrega. É ser, dentro do que se é. É casa eterna, colo macio, recepção aberta a vida inteira. Família é essa ilha onde basta existirmos para habitarmos e povoá-la de tudo o que nos motiva a voar e retornar para um reabastecimento enérgico de carinhos antes de conhecermos outros céus.


___________

Poesia é quando você me olha tão de perto que eu consigo sentir com muita propriedade todos os mais doces e antigos versos que já li, enquanto te escrevo. Em mim.

___________

Amor próprio é quando entendemos sermos nossa melhor casa e escolhemos, todos os dias, morarmos em nós mesmos. Amor próprio é quando nossos olhos enxergam o que somos com o coração inteiro preparado para um abraço. E nos abraçamos.

___________

Ser desajustado é poesia, é crescer sem réguas, porque o mundo não sabe medir o que não entende. Transbordamos. Não caber e tentar abrir espaço ao invés de simplesmente tentar se encaixar, é chegar mais perto de viver. É pertencer, quando se descobre casa daquilo que se é. Ser desajustado é poesia e alguns poemas só conseguem ser lidos por quem sabe sentir. Sentir não cabe ajuste. No abraço das diferenças a vida amanhece o dia inteiro. Eu escolho fazer sol.

___________

Março. O único mês que carrega o mar em seu nome - em sua essência. Mês de águas, casa de Peixes. Mês azul, constelação de Áries. Que seja de mágica mais esse recomeço. Que seja de sol tudo o que vier a ser. Que seja um mergulho bonito na parte mais doce de tudo.

___________

Teu abraço: casa feita sob medida para acolher todos os meus melhores carinhos só para deixá-los brincar junto aos teus.

____________

NaMORAR: fazer morada em. É ter endereço certo, espaço moldado no coração do outro. Casa feita de amor, decorada com tudo o que se sente de mais bonito. Feliz dia a quem se deixa habitar!

____________

Amasso: quando o amor é tão imenso que dá vontade de apertar pra sempre.

____________



Um beijo é quando, no derramar de poesia dos lábios, dois sorrisos se embaraçam um no outro.

Share
Tweet
Pin
Share